Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘mitos’


Quase tudo em uma casa pode ser feito com madeira, do piso ao teto, passando pelos móveis e utensílios. Infelizmente, boa parte da madeira que existe nas casas, inclusive na minha, veio de florestas nativas. Então, para não derrubar a mata, a solução seria fazer casas com cimento, cal, tijolos e aço?  Primeiro saiba que para fabricar esses materiais muita madeira nativa ainda é queimada nos fornos e onde não usam madeira, queimam combustíveis fósseis. Com os diabos: o único recurso que nos resta é mudar para debaixo da ponte? Não. A ponte é feita de cimento e aço também.

A solução mais razoável no atual estado da arte é usar muita madeira, mas não qualquer madeira. Ela deve vir de demolições, reflorestamentos ou de projetos certificados de manejo florestal. A madeira consome menos energia em seu processamento, seqüestra carbono da atmosfera, é renovável, reutilizável e reciclável. Madeira de origem sustentável é tudo de bom, ou pelo menos, é a solução menos agressiva que dispomos.

Anúncios

Read Full Post »


Os carros que queimam combustíveis fósseis (gasolina, diesel, gás natural, etc) aumentam o aquecimento global, além de deixar o ar poluído e irrespirável. Para acabar com o problema bastaria usar carros elétricos, correto? Bem, os carros elétricos já deixaram de ser protótipos engraçadinhos. Hoje, existem carros elétricos possantes e com boa autonomia. Mas eles são bons para o meio ambiente? Não soltam fumaça nem gases do efeito estufa, pois são abastecidos pela tomada. Epa, mas de onde vem a energia da tomada? Vem das usinas, ora. Se todas as usinas fossem hidrelétricas ou eólicas, tudo bem, mas em muitos casos são termoelétricas e algumas delas, nucleares. Não adianta se iludir. A visão ecológica tem que considerar o processo dust to dust (do pó ao pó). Carro elétrico não tem cano de escape, mas polui pela chaminé da usina. Em países com sobra de potencial hidrelétrico e eólico eles podem ser interessantes, mas onde as usinas queimam carvão, óleo ou gás, o motorista está apenas produzindo a fumaça longe dos olhos.

Read Full Post »


Você já deve ter visto aquelas propagandas de veículos off road em que o feliz proprietário observa a natureza ao lado de seu off-road estacionado no topo de um morro ou sobre o cascalho de um córrego no meio da mata. As fotos das propagandas de off roads dizem tudo: com um carro assim é possível chegar em qualquer lugar. Mas isso é bom para quem? Para o dono do off road, certamente. E para o fabricante do off road também. Mas e para o meio ambiente? Não seria melhor chegar ao córrego no meio da mata caminhando com uma mochila nas costas? O contato com a natureza seria mais intenso, além dos benefícios da atividade física. Vamos lembrar que veículos off road têm motores potentes e são beberrões de combustível. Não sou inimigo dos off road, eu mesmo gostaria de ter um, mas vamos ser francos: off road para quem precisa de off road e ponto.

Read Full Post »


Morar na chácara é o sonho de muita gente. Uma propriedade ampla com muito verde longe da agitação urbana; uma casa rústica, mas confortável; animais circulando pelo pátio e hábitos saudáveis de vida. Estamos falando de uma propriedade nos limites do perímetro urbano com área ampla usada principalmente como moradia. A chácara é muito boa para quem mora nela, mas e para o meio ambiente? Não está claro para a maioria que o morador de chácara pode ter um impacto ambiental bem mais alto do que o habitante de apartamento no centro da metrópole.

Vamos explicar: imagine que o morador do apartamento vai a pé para o trabalho e resolve todas as suas necessidades nas imediações do apartamento em que mora enquanto que o chacareiro faz longos deslocamentos diários de carro para chegar ao serviço e resolver seus compromissos. Talvez no condomínio de apartamentos haja coleta seletiva avançada do lixo, enquanto que na chácara sequer haja coleta da prefeitura. Quem sabe o chacareiro não tenha muita consciência ecológica e faça coisas como derrubar árvores nativas enquanto que o morador de apartamento fica bem longe delas. Analisando friamente, morar na chácara tem a ver com qualidade de vida e pouco com preservação do ambiente. Tudo depende da postura de quem mora nela. Um predador ambiental é mais perigoso morando na chácara do que no apartamento.

Read Full Post »


Felizmente, está surgindo no horizonte um ambientalismo de resultados. A preocupação ecológica está deixando a via romântica e idealista (que não deve ser desprezada) para se focar em objetivos concretos e metas realistas. Já é possível medir o impacto ambiental de cada pessoa, já existem soluções razoáveis para reduzir nosso impacto ambiental. Mas para avançar nessa nova consciência ambiental é preciso demolir alguns mitos que no fundo se baseiam em uma visão utilitarista da relação homem – natureza. Muitos deles privilegiam a melhoria de nossa qualidade de vida em prejuízo das necessidades ambientais. Um dia chegaremos a uma solução de equilíbrio entre nosso bem estar e o respeito à natureza. Resta saber se chegaremos nesse nível sustentável de consciência a tempo.

Read Full Post »